7 dicas infalíveis para a recuperação de carrinho abandonado

7 dicas infalíveis para a recuperação de carrinho abandonado

Essa cena é mais comum do que deveria: o cliente escolhe vários produtos, passa um bom tempo avaliando as opções do site, vendo avaliações, comentários e no momento de fechar a compra, deixa o carrinho abandonado

Aí, o e-commerce fica com um problema nas mãos: por qual razão essa pessoa desistiu da compra?

Bom, essa desistência pode ter ocorrido por diversos fatores, desde forma de pagamento, frete caro, prazo de entrega extenso, site lento ou de difícil navegação, entre outros pontos. 

E é a partir desses pontos, que conseguimos entender a necessidade de melhora, não só na navegabilidade do e-commerce, mas também nas estratégias que estão por trás para a recuperação do carrinho abandonado e assim garantir mais vendas.

Por isso, trouxemos 7 dicas infalíveis para recuperação de carrinho abandonado para você colocar em prática e aumentar o número de vendas do seu e-commerce.

Vem ver de perto. 

Invista em Remarketing

A primeira grande estratégia para recuperar um carrinho abandonado é investir em ações de remarketing. 

Remarketing é a junção de ações de marketing que têm o intuito de relembrar ao consumidor um produto ou serviço que ele tenha demonstrado interesse. 

Por exemplo: quando você faz uma busca por itens de vestuário e em seguida recebe diversos anúncios com o mesmo produto em outros canais de acesso. 

Em uma pesquisa chamada E-commerce Trends, descobriu-se que 48,8% dos consumidores consideram o remarketing uma alternativa eficaz para que sejam oferecidas novas oportunidades de compra. Isso porque, através do remarketing conseguimos fazer com que o consumidor lembre do produto que abandonou oferecendo algum tipo de benefício. Como por exemplo: um desconto de próxima compra, frete grátis ou até mesmo um desconto no produto.

Entenda os Pontos de fuga

Outra saída importantíssima para que você recupere um carrinho abandonado está em compreender as causas por trás da desistência. E é muito valioso entender o que são os pontos de fuga.

Basicamente: pontos de fuga são brechas e momentos que tiram a atenção do usuário no e-commerce. Isso gera uma distração que faz com que este consumidor seja direcionado para longe da compra.

Por exemplo: se a página de checkout estiver recheada de links e estímulos visuais, é bem provável que o consumidor vá se distrair e acabe desistindo.

Por essa razão é tão importante investir também em soluções UX. Garantindo que toda a navegação ocorra sem atritos e o cliente possa encontrar o que precisa, efetuar a compra e deixar o site, sem estresse ou distrações. 

Reforce a confiança do cliente

Esse ponto é importantíssimo. Muitos clientes deixam o carrinho abandonado pois, no momento do pagamento, não sentem confiança naquele produto ou serviço. Daí vem a necessidade de resolver inúmeras questões.

Você pode passar confiança para o seu cliente apenas expandindo e facilitando os canais de comunicação, por exemplo. Ao fazer isso, quando o consumidor efetuar uma compra, ele vai ter a certeza de que poderá solicitar ajuda para um profissional em algum outro canal, e isso traz tranquilidade.

Também é possível investir em confiança usando o gatilho da prova social: expondo opiniões de outras pessoas que já fazem uso dos produtos ou serviços. Afinal de contas, as pessoas estão sempre atrás de comentários positivos e recomendações. 

Por fim, a confiança também cresce quando o site da sua empresa expõe as facilidades em devolver um produto ou cancelar o serviço. A frase tão famosa “satisfação garantida, ou seu dinheiro de volta” tem muito poder na mente dos consumidores. Variações dela podem ser usadas e assim trazer mais conforto para os seus clientes. 

Ofereça facilidades

A melhor forma de garantir que o cliente não deixe um carrinho abandonado é oferecer facilidades. Ou seja, quanto mais simples e vantajosa for uma compra, mais fácil será para o consumidor seguir adiante com ela.

Facilidades são:

  • Kits com outros produtos que fazem sentido;
  • Promoções;
  • Produtos menores, mas cruciais para o uso do produto principal;
  • Serviços complementares;
  • Preços ou opções de pagamento vantajosas;
  • Vantagens de ocasião (como preços especiais para datas específicas);
  • Entregas mais rápidas.

Veja: é preciso tomar cuidado. Não transforme a facilidade em uma oportunidade para “zerar o estoque” de algum produto emperrado. Se o cliente sentir que algum kit ou alguma promoção não faz sentido, ele vai abandonar o carrinho.

De todo modo, há uma estratégia dessa lista muito importante e vamos falar sobre ela em detalhes no próximo tópico. 

Aumente as opções de pagamentos

O que é comum hoje: compras em até 12x e descontos para pagamento à vista. Ok. Este é o padrão, mas se você fizer só o que todos fazem, não vai se destacar aos olhos dos consumidores.

Então, para evitar aquele carrinho abandonado, você precisa oferecer novas opções de pagamentos. 

Hoje é possível disponibilizar opções, como:

  • Pix;
  • Paypal (e serviços similares);
  • Prestações sem juros (sobretudo para produtos com valores menores);
  • Depósito bancário e boleto.

Ou seja, cabe a você enxergar se as suas opções de pagamento não estão limitando as possibilidades dos clientes e assim agir para que ele tenha mais vantagens.

Um importante piloto e desenvolvedor de aviões português certa vez disse em entrevista:

“O segredo da aviação está em fazer com que as pessoas se esqueçam de que estão em um charuto de metal voador a milhares de quilômetros por hora. Tudo deve ser o mais tranquilo possível.”

O mesmo vale para um processo de compras no e-commerce. Se o cliente sentir uma barreira, ele vai deixar o carrinho abandonado. 

Mantenha o carrinho intacto

Outra solução para o carrinho abandonado está em manter o próprio intacto.

Vamos pensar no assunto por um momento: o cliente que montou o carrinho dedicou tempo e parou por algum motivo específico que não estava resolvido naquele instante.

Se ao desistir da compra ele descobre que a loja apagou o carrinho, todo o tempo dedicado foi em vão. E esse cliente pode demorar dias até que tenha energia para fazer um novo carrinho.

Por outro lado, se você aliar as estratégias de remarketing e enviar para o seu cliente o carrinho dele completo em um e-mail. Poderá recuperar essa venda

Aja rápido

Por fim, como última dica, queremos reforçar que todas as ações devem ser rápidas. Estudos realizados pela SeeWhy mostram que 54% das recuperações acontecem nas primeiras 2 horas.

Após este tempo, o número cai drasticamente. Então, tenha ações alinhadas para que a sua resposta seja a mais rápida possível. 

E você, quais são as estratégias que você usa no seu e-commerce? E como você acha que é possível recuperar um carrinho abandonado? Deixe o seu comentário.

Agradecemos a leitura e até a próxima!

Suzana Chiodo

Co-founder da Agência Poussée, empreendedora, formada em Publicidade e Propaganda, especialista em branding e construção de marcas. Criei a Poussée para ajudar marcas a alinharem seu negócio e comunicação a partir do propósito. Meu objetivo é provocar a transformação de negócios e impactar em seu crescimento de forma humana, responsável e totalmente focada em performance.

Deixe uma resposta

Fechar Menu