E-commerce na pandemia: 10 dicas para sua loja virtual se destacar
E-commerce, internet online shopping and delivery concept. Household kitchen appliances and home technics in boxes. 3d illustration

E-commerce na pandemia: 10 dicas para sua loja virtual se destacar

Olá, hoje nós trouxemos 10 dicas para e-commerce na pandemia. São aquelas estratégias e práticas para você colocar em ação agora mesmo. Do tipo que vão mudar completamente a forma como o seu e-commerce é visto no mercado.

Sabemos que a crise gerada pela pandemia causou um boom no e-commerce e hoje diversas lojas estão vendendo muito mais na internet. Entretanto, com esse aumento na demanda, cresceu também a exigência do consumidor.

Ou seja, para manter a sua loja em destaque você precisa garantir que estas 10 dicas para sua loja virtual se destacar estejam sendo postas em prática. 

Vem ver de perto o que temos a falar sobre e-commerce na pandemia. Fique confortável e aproveite a leitura. 

  1. E-commerce na pandemia? Comece oferecendo todos os métodos de pagamentos possíveis

    Essa é a primeira dica, pois além de ser uma das mais importantes, também é aquela onde os empreendedores mais cometem erros.

    Não tem nada pior para um consumidor do que ser incapaz de efetuar uma compra, apenas por que a loja não aceita a sua forma de pagamento preferida.

    Então, é hora de atualizar o seu e-commerce e garantir que a sua loja aceita todas as formas de pagamentos possíveis.

  2. Conquiste certificações e selos de confiança

    Seu site precisa ser confiável. Afinal de contas, nós estamos falando de e-commerce na pandemia, um momento onde a desconfiança dos consumidores está a todo vapor.

    Então, sua melhor alternativa é garantir que o seu site tenha todos os selos e as certificações de segurança. 

    Pesquise aquelas mais importantes. Fale com a sua equipe responsável pelo site e garanta que as certificações estejam em dia. 

  3. Invista em design de alta qualidade

    No pódio entre as principais preocupações do e-commerce durante a pandemia, nós temos o design. 

    A dica é bem simples: seu site precisa ser bonito, funcional, prático e inteligente. Não tem alternativa.

    Se o cliente sentir confusão para fazer uma compra, ele vai desistir de adquirir os produtos.

  4. Trabalhe o SEO das descrições dos seus produtos

    Agora que já lidamos com as três dicas fundamentais, vamos falar sobre essa questão técnica. 

    Para destacar o seu e-commerce na pandemia, você precisa garantir que ele esteja entre as primeiras posições dos buscadores (o Google).

    E o melhor modo é investir em descrições pensadas com SEO (técnicas utilizadas para aumentar o rankeamento do seu site no Google e outros buscadores). 

    Agora que já lidamos com as três dicas fundamentais, vamos falar sobre essa questão técnica. 

    Para destacar o seu e-commerce na pandemia, você precisa garantir que ele esteja entre as primeiras posições dos buscadores (o Google).

    E o melhor modo é investir em descrições pensadas com SEO (técnicas utilizadas para aumentar o rankeamento do seu site no Google e outros buscadores). 

  5. Tenha um SAC eficaz e prático

    Essa é uma dica que toca especialmente os clientes. Vários e-commerces perdem vendas pois têm um SAC ineficaz, ou complexo. 

    Garanta que o seu consumidor tenha todas as informações de que precisa de maneira direta e prática.

    E caso esse consumidor precise de um atendimento, garanta também que este atendimento seja rápido e bem direcionado.

  6. Tenha um site dinâmico e atraente

    Mais uma vez, precisamos reforçar as dicas em relação ao site. Afinal de contas, se estamos falando de e-commerce na pandemia, você tem que olhar para o seu site com todo o carinho do mundo.

    Lojas estáticas, monótonas, desinteressantes, são logo esquecidas e descartadas pelos consumidores.

    O público está acostumado com sites intensos, como são as redes sociais. Seu e-commerce precisa seguir essa linha.

  7. Invista em uma estratégia de conteúdo

    Investir em conteúdo é uma das melhores estratégias para ganhar destaque no seu e-commerce. Pois, o cliente que consumir as informações geradas pela sua marca tem tudo para se transformar em um verdadeiro fã da sua loja.

    E veja: conteúdo não é algo que precisa ser complexo e trabalhoso.

    Uma simples alimentação diária nas redes sociais com dicas, frases, fotos ou vídeos, pode garantir um fluxo muito bom de clientes atraídos por essas publicações. 

  8. Coloque botões de compartilhamento

    Parece bobeira, mas esse simples detalhe faz toda a diferença para um e-commerce na pandemia. 

    As pessoas estão nas redes sociais praticamente o dia todo (há estudos que colocam a média de uso das redes sociais em quase 10 horas). Então, você precisa garantir que os seus produtos sejam compartilháveis.

    É simples assim: o consumidor já está nas redes sociais, ele vai apertar um botão e mandar o produto visto na sua loja para que outra pessoa também possa ver.

    O compartilhamento é responsável por transformar lojas menores em verdadeiros gigantes do e-commerce. Invista nele.

  9. Invista tempo nas redes sociais

    Assim como a criação de conteúdo, você precisa investir tempo também nas redes sociais. Já que lá estão os seus consumidores.

    Responda perguntas, crie jogos, faça brincadeiras. Ou seja, interaja.

    Seu consumidor quer saber mais da sua marca. Quer entrar em contato com ela. E se você deixar, ele vai participar e interagir. Basta estar lá para ver. 

  10. Tenha um planejamento sólido de e-mail marketing

    Depois de oferecer conteúdo e interagir com o seu público, uma das últimas dicas para e-commerce na pandemia é reforçar as estratégias de e-mail marketing.

    Contudo, veja com calma. 

    E-mail marketing não é vender, vender, vender e vender. Se você tentar fazer isso, os seus clientes vão cancelar o mailing e a sua marca ainda vai ficar com uma fama negativa.

    A estratégia de e-mail marketing precisa focar em entrega: entregue o que o cliente quer, entregue o que ele precisa, entregue dicas, e conquiste por meio da entrega. 

  11. Faça uma análise de comportamento do usuário

    Por fim, é tempo de fazer uma análise do comportamento do usuário. Depois de colocar todas as outras dicas em prática, você vai avaliar quais são os pontos que estão dando super certo, e quais aqueles que merecem melhor atenção.

    Com isso, poderá avaliar com calma as próximas etapas do seu e-commerce.

Esperamos que este artigo tenha levantado ótimas ideias de como ter destaque no seu e-commerce na pandemia.

Quer vender mais? Então invista também em Google Ads. Clique aqui e leia nosso artigo explicando como essa estratégia vai transformar o seu e-commerce. 

Agradecemos a leitura e até a próxima.

Vinicius Passos

CEO da Agência Poussée, empreendedor, formado em Publicidade e Propaganda e especialista em performance digital. Atuo há dez anos no desenvolvimento de estratégias de marketing e no gerenciamento de projetos para clientes com metas agressivas, gerando vendas e novas oportunidades de negócios.

Deixe uma resposta

Fechar Menu