Tudo sobre RevOps: o que é e como implementar em sua empresa

Tudo sobre RevOps: o que é e como implementar em sua empresa

O Revenue Operations, conhecido como RevOps, tem relação direta com a geração de renda das companhias. Por se tratar de um conceito novo, muitas organizações ainda não compreendem seu verdadeiro significado e têm dúvidas sobre a implementação do conceito.

Por isso, preparamos um artigo detalhando as bases do RevOps. Continue a leitura e saiba como seu negócio pode se beneficiar, além das mudanças corporativas que surgem com esse novo método. Com a pandemia, novas necessidades surgiram e é hora de se preparar.

Confira!

Entendendo o RevOps

O RevOps compreende a maximização dos potenciais rendimentos das empresas, em um processo que vai de uma ponta a outra da jornada de compra. Isso equivale a dizer que a operação de receita é fundamental para evitar que o cliente abandone a compra em quaisquer etapas. Os princípios dessa modalidade são: processos, plataformas e pessoas.

Assim, em termos práticos, o RevOps diz respeito à unificação de setores como marketing, vendas e atendimento. Este último aspecto interfere diretamente na experiência de compra por parte do cliente, em todos os segmentos. Logo, a necessidade de aprimorar a oferta personalizada e oferecer mais conexão aliada à eficiência originou as operações.

A tecnologia em constante evolução mudou a rotina das empresas, permitindo novos níveis de integração. Além disso, o tradicional funil de vendas se tornou obsoleto, também criando a necessidade de adaptação por parte dos gestores. Agora, mais do que nunca, cada detalhe importa para o consumidor.

A sincronicidade entre os setores das corporações responsáveis pela geração de receita, principalmente marketing e vendas, têm impactos diretos nas receitas. Desse modo, a complementaridade de esforços é um dos passos para o sucesso de qualquer negócio. Os rendimentos potenciais das empresas dependem muito desse alinhamento.

Pensando na experiência dos consumidores, o RevOps acaba constituindo uma cultura direcionada à satisfação. Encantar quem compra se torna muito mais simples quando existe um propósito que une os segmentos da empresa. Em vez de ações sem ligação, o que surge é um cenário no qual o cliente tem sua experiência otimizada ao máximo. Atualmente, os vendedores B2B têm destaque entre os que se beneficiam dessa ferramenta.

Conheça os impactos positivos dessa prática para as companhias

Você pode estar se perguntando: como sei que o meu negócio tem a ganhar com o RevOps? Antes de mais nada, é preciso analisar com cuidado o contexto da empresa. A relação entre as operações de receita e as etapas da jornada de compra ajuda a esclarecer quando o Revenue Operations pode solucionar problemas aparentemente complexos.

Alguns exemplos são processos inconsistentes e dados desorganizados. Juntos, os mesmos criam uma experiência na qual o consumidor não se sente tentado a seguir adiante. Além das compras não finalizadas, entram aqui os cancelamentos, grandes responsáveis por prejudicar os rendimentos.

Por isso, o alinhamento é tão importante. O RevOps estabelece um meio no qual a eficiência cresce e os consumidores se sentem satisfeitos, sendo o aumento da receita uma consequência. Em meio à pandemia, muitas marcas se viram diante de uma estagnação que demandou mudanças processuais e de estratégia, fortalecendo a importância das operações de receita.

Implementar o RevOps pode compreender a criação de uma equipe interna para desempenhar a função. O investimento, no entanto, pode ser alto para algumas corporações. Se esse for o caso, terceirizar pode ser uma opção viável. Isso porque a ferramenta é uma vantagem competitiva em um mercado onde cada detalhe faz a diferença na hora de vender.

A metodologia para aplicar as operações internamente começa com a análise dos processos descoordenados e ineficientes, seguida das bases para o alinhamento. Então, novas estratégias e prioridades são definidas, especialmente para marketing e vendas, tornando prático o desafio de aumentar a receita. O próprio RevOps é uma referência para aprimorar o processo, e são necessárias reuniões pré-definidas para avaliar os resultados.

 

A mudança é um processo que vale o investimento

O novo cenário comercial trouxe à tona novas possibilidades para as empresas. Entre elas está o RevOps, uma gestão otimizada de vendas, marketing e atendimento. Além dos resultados significativos, as métricas compartilhadas entre os setores impulsionam os insights e as decisões certeiras. Os ganhos são amplos a partir do uso dos dados a favor da marca.

Embora o objetivo seja ganhar mais, a chave desse processo é colocar os rendimentos em segundo plano. A prioridade é a construção de uma jornada de compra única e memorável, diferenciada pela integração que constitui uma vivência fluída para o cliente. A receita é, portanto, a consequência de uma gestão propriamente implementada nas companhias.

Logo, mais do que elevar as potenciais receitas, o RevOps aprimora a experiência do consumidor do início ao fim. Unir a relevância do marketing ao potencial das vendas de uma forma coesa e alinhada faz toda a diferença, ainda mais em tempos de incertezas no mercado. Quer crescer e tem dúvidas sobre o assunto? Deixe sua mensagem nos comentários!

Vinicius Passos

CEO da Agência Poussée, empreendedor, formado em Publicidade e Propaganda e especialista em performance digital. Atuo há dez anos no desenvolvimento de estratégias de marketing e no gerenciamento de projetos para clientes com metas agressivas, gerando vendas e novas oportunidades de negócios.

Deixe uma resposta

Fechar Menu