Inbound x Outbound: entenda a diferença

Entenda a diferença entre Inbound e Outbound Marketing

Nos últimos anos, o mundo do marketing tem vivenciado um período de profundas mudanças. Com a transformação digital, estamos observando a tecnologia fazer cada vez mais parte da vida dos consumidores. Isso mudou a forma como eles procuram por soluções. Por esse motivo, o Outbound Marketing vem cedendo lugar ao Inbound Marketing em muitas organizações. Mas, afinal, qual a diferença entre Inbound e Outbound?

Entender isso é de fundamental importância na hora de elaborar uma estratégia digital e otimizar o retorno dos métodos de comunicação utilizados. Entretanto, ainda é comum encontrarmos pessoas que confundem esses conceitos ou que não sabem exatamente o que cada um significa.

Você deseja saber mais sobre essas duas metodologias para compreender as diferenças entre elas? Então, continue a leitura!

O que é Inbound Marketing?

O Inbound Marketing tem obtido cada vez mais relevância nos últimos anos. Isso porque o consumidor não é mais o mesmo. Hoje, 93% dos processos de compra começam com uma busca online. Em outras palavras, a iniciativa de encontrar soluções vem do próprio consumidor, que, agora, é mais bem informado e exigente. Com isso, 32% das marcas já estão direcionando os investimento do marketing tradicional para o Inbound Marketing.

A metodologia Inbound se baseia em conquistar o interesse das pessoas certas, atraindo clientes em potencial com conteúdo relevante. Seu intuito é fazer com que esses futuros clientes procurem pela sua empresa, chegando até ela por conta própria — diferentemente do que ocorre nos métodos mais tradicionais.

Também chamada de marketing de atração, essa estratégia tem como principal combustível a produção de conteúdo de qualidade, que se comunique com o seu público da forma certa e no momento certo.

Para que isso seja possível, é fundamental saber exatamente quem você deseja atrair. Mais do que entender suas características demográficas, é necessário descobrir quais são as principais dúvidas, dores, desafios e interesses desse público.

Com isso, você pode oferecer materiais que ajudem a solucionar seus problemas, de modo a guiá-lo progressivamente à principal solução — que é o produto ou serviço oferecido pela sua empresa.

Esse caminho percorrido entre o primeiro contato com a sua marca e a concretização de uma compra é comumente chamado de funil de vendas. E o intuito de uma estratégia de Inbound Marketing é facilitar a transição dessas pessoas através do funil, tornando-as clientes e promotores de sua marca. Isso deve ser conquistado com uma relação próxima entre marca e consumidor.

De modo geral, o sucesso dessa estratégia reside no fato de que, nela, a sua empresa não importuna um cliente em potencial, mas conquista ele por meio de conteúdo de valor que esclareça as suas principais dúvidas. Isso cria um processo de vendas menos invasivo, baseado na construção de um relacionamento.

O que é Outbound Marketing?

O Outbound Marketing, também chamado de marketing tradicional, tem como principal objetivo obter novos clientes oferecendo produtos ou serviços. Isso é feito indo até essas pessoas, sem que necessariamente tenha sido gerado o interesse delas em sua marca. Em outras palavras, trata-se de uma maneira mais direcionada — ou mesmo invasiva — de anunciar as suas soluções para o seu público.

Alguns exemplos conhecidos dessa metodologia incluem as propagandas na televisão e no rádio, os outdoors, anúncios em jornais e cartazes. Mas engana-se quem pensa que ela se limita à esfera off-line: no meio digital, também é possível implementá-la. Um exemplo clássico são os anúncios exibidos durante os vídeos. 

Na realidade, as ferramentas digitais trouxeram novas possibilidades, como os anúncios nas redes sociais e no Google, que permitem a segmentação precisa do público-alvo de acordo com suas características e preferências — uma grande vantagem frente aos meios de comunicação de massa. Não à toa, a pesquisa Content Trends 2017 revelou que 57,2% das organizações entrevistadas já investem em mídias pagas. 

Ao conhecer o Inbound Marketing, muitas pessoas se perguntam se o Outbound está morto ou prestes a acabar. Mas definitivamente, não. Isso porque as pessoas continuam utilizando os meios tradicionais, como a televisão, e são expostas diariamente a peças como outdoors e frontlights. Contudo, sua receptividade a esse tipo de divulgação não é mais a mesma, o que exigiu um aprimoramento dessa metodologia.

Hoje, é fundamental conhecer profundamente seu público para oferecer o conteúdo mais adequado, adaptando a sua comunicação às novas tendências e utilizando estratégias cada vez mais criativas. A criação de personas, muito usadas no Inbound, também aplica-se a esse método a fim de guiar a produção dos materiais e conteúdos.

Quais as principais diferenças entre Inbound e Outbound?

Resumidamente, o Outbound é o marketing tradicional com o qual já estamos acostumados, cujo foco é procurar clientes de forma direta. Já o Inbound utiliza táticas para atrair pessoas por meio de conteúdo relevante, transformando-as em clientes.

Veja, a seguir, algumas das principais diferenças entre as duas metodologias.


Benefícios do Inbound Marketing

Depois de conhecer essas características, é provável que você esteja se perguntando: mas, afinal, o que é melhor: Inbound ou Outbound? Na realidade, cada estratégia proporciona diferentes benefícios, conforme veremos adiante.

O Inbound Marketing se destaca principalmente pela forma como o seu público passa a enxergar a sua marca, mas também apresenta várias outras vantagens:

 

  • Possibilita a análise de todos os resultados em tempo real, o que permite encontrar pontos fracos em sua estratégia em fazer ajustes para garantir o melhor desempenho.
  • Apresenta um custo de aquisição de leads e clientes muito mais baixo. Além disso, ele é mais barato do que as soluções tradicionais.
  • Em vez de atrair visitas de pessoas que não têm a menor possibilidade de se tornarem clientes, essa estratégia permite chamar a atenção apenas de quem realmente apresenta potencial de compra futura.

 

Benefícios do Outbound Marketing

Como vimos, Outbound Marketing continua sendo relevante ao colocar as marcas frente a frente com consumidores nos principais meios de comunicação. Confira alguns dos seus benefícios:

  • Apresenta menor tempo de retorno sobre o investimento, com um ciclo de vendas mais rápido.
  • Proporciona ótimos resultados para empresas que têm mais recursos para investir em ações de marketing.
  • Estabelece um contato direto que possibilita o fechamento de vendas em uma velocidade maior.

Você já deve ter notado que ambas as metodologias proporcionam diferentes vantagens para uma empresa. Mas será que elas podem ser trabalhadas de forma conjunta? A resposta é: com certeza!

Ambos os modelos podem funcionar de maneira eficiente, desde que sejam aplicados de forma complementar. Para isso, é fundamental entender a situação de sua empresa e definir objetivos para, então, verificar quais canais serão mais efetivos em sua estratégia de marketing.

Agora, você já conhece a diferença entre Inbound e Outbound Marketing. Essas duas metodologias apresentam seus pontos fortes e fracos. Mas, ao uni-las, é possível construir uma estratégia muito eficiente para que sua empresa obtenha excelentes resultados e mais visibilidade frente ao seu público-alvo.

E então, o que achou do artigo? Se você deseja ficar sempre por dentro dos nossos conteúdos exclusivos, curta a nossa página no Facebook.

CEO da Agência Poussée, empreendedor, formado em Publicidade e Propaganda e especialista em performance digital. Atuo há dez anos no desenvolvimento de estratégias de marketing e no gerenciamento de projetos para clientes com metas agressivas, gerando vendas e novas oportunidades de negócios.
Post criado 9

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo