Como gerenciar sua marca durante a crise do coronavírus?

Como gerenciar sua marca durante a crise do coronavírus?

Gestão. Esse é um assunto essencial em meio à crise do coronavírus, já que a sociedade passou a adotar novos comportamentos e expectativas. Com o foco dos compradores em produtos essenciais, a imagem das marcas, em especial as que oferecem itens e serviços de outras categorias, ganhou novo status.

Em tempos de crise, as ações e a comunicação corporativa passam a ter um impacto maior em como os clientes veem as empresas. Por isso, esse assunto é tão relevante para quem busca se manter no mercado.

Quais medidas de gestão são as mais adequadas? Como se colocar de maneira humana e eficiente durante a crise? Como manter a imagem da companhia nesse momento? Confira ao longo do artigo que preparamos como gerenciar sua marca e se sair bem. Vamos lá!

Os impactos da crise do coronavírus

A pandemia trouxe reflexos em termos de marcas e vendas. Com as restrições sanitárias, os consumidores desenvolveram novos hábitos e prioridades de compra. Os estabelecimentos viram seu fluxo de clientes cair, e muitos deles, inclusive, fecharam as portas.

Com isso, as entregas e compras online dispararam, e os itens essenciais ganharam força. Além deles, a postura das marcas também acompanhou esse processo. Muitas têm buscado maneiras de oferecer promoções, descontos, prazos estendidos, brindes e outras ofertas.

Mais do que isso, o posicionamento das empresas e gestores, quando indiferente ou mesmo desrespeitoso com a crise, é um mau negócio. Em momentos delicados, os consumidores se tornam mais exigentes.

Como gerenciar a sua marca nesse período?

Mas, então, qual o melhor caminho a seguir? Utilize a crise do coronavírus para impulsionar a gestão do seu negócio. O primeiro segredo é priorizar a sensibilidade aos impactos humanos causados pela pandemia. Aqui entram as mensagens, a postura e as ofertas que sua marca pode fazer nesse momento.

Oferecer serviços online, de compras e entregas a canais de atendimento, é uma alternativa muito viável. Afinal, muitos consumidores deixaram de ir aos estabelecimentos, então esta é a hora! Aulas, dicas e vídeos variados também ganham força a cada dia. Ofereça o que você puder, onde os clientes estão.

Em casos de estabelecimentos essenciais, os cuidados com limpeza e higienização são os mais importantes. Garanta segurança e tranquilidade para os clientes. Em outros casos, os clientes estarão na internet e expandir os canais de comunicação facilita o contato.

A meta é aliar ofertas e comodidade nesse momento. Com o público em casa, oferecer o que eles podem utilizar sem sair dela é o caminho, e garante a relação com a empresa.

Por fim, o componente humano pode se manifestar de várias formas. Seja positivo, compartilhe palavras gentis e ofereça o que puder. Serviços grátis, prazos maiores, descontos ou outras comodidades são uma forma de manter junto quem está com dificuldades neste momento.

O segredo é a gestão

A pandemia trouxe desafios na gestão das marcas. Com impactos nas vendas, o crescimento do mundo online e a imagem das empresas significando ainda mais, essa gestão se tornou crucial. O lado humano deve prevalecer, seja nas ofertas ou mesmo na postura dos gestores e funcionários.

Além disso, explorar ferramentas digitais é uma forma de inovação nesse cenário complicado. Ampliar os canais de atendimento, se fazer mais presente e investir tempo no negócio em si são estratégias viáveis. Quem alia humanidade à prestação de serviço onde os clientes estão sai ganhando.

Seguindo essas dicas, sua marca pode aliar senso de humanidade e boas perspectivas de mercado durante a crise do coronavírus. Mas o universo da gestão é imenso, nós sabemos. Então, não deixe de escrever aqui seu comentário com dúvidas sobre o assunto. Vamos compartilhar cada vez mais!

Suzana Chiodo

Co-founder da Agência Poussée, empreendedora, formada em Publicidade e Propaganda, especialista em branding e construção de marcas. Criei a Poussée para ajudar marcas a alinharem seu negócio e comunicação a partir do propósito. Meu objetivo é provocar a transformação de negócios e impactar em seu crescimento de forma humana, responsável e totalmente focada em performance.

Deixe uma resposta

Fechar Menu