8 passos para criar e lançar seu primeiro bot

8 passos para criar e lançar seu primeiro bot

É importante, porém, que a ferramenta esteja alinhada a um site de alto desempenho

O chatbot é um software alinhado com o desenvolvimento da tecnologia digital. Inserir essa ferramenta em seu portal de negócios exige atenção redobrada, até porque todo o processo irá operar no dia a dia por meio da inteligência artificial.

Confira 8 passos básicos que precisam ser levados em conta para montagem e implantação de um chatbot:

1 – Propósitos e objetivos

De forma prática, é preciso que o gestor tenha planejado o motivo da implantação de um chatbot. Essa etapa é importante para auxiliar a definir a programação de interação. Defina os fluxos de conversa e reduza ao máximo o número de funcionalidades. É importante que o chatbot seja ágil e simples para o usuário.

2 – Perfil do consumidor

Como a aplicação será implantada para atender apenas o público consumidor, é importante que seja definido um perfil primário, com características como interesses, produtos mais atrativos, falhas mais relatadas, entre outros. Nesse tópico, é preciso pensar como será o diálogo no chat, entender quanto tempo o consumidor leva para tomar uma decisão e quais informações o chatbot poderá passar para o cliente. Quanto mais simples e compreensível, melhor.

3 – Interações

Aqui serão programados todos os tipos de conversa, das mais básicas às mais complexas. Dentro desse escopo, é preciso pensar o chatbot como um todo, fazendo com que o fluxo de diálogo não seja demorado e leve o consumidor para os caminhos que ele necessita. As mensagens devem ser curtas e compreensíveis sem, contudo, serem ofensivas ou invasivas.

4 – Formatação

É necessário encontrar uma plataforma de criação. No mundo online, existem diversas plataformas que prometem criação rápida e simples. Não descarte a possibilidade de uma consultoria para saber qual é a melhor para o seu modelo de negócio. Aqui vão algumas plataformas disponíveis na web:

chatfuel.com

botsify.com

wit.ai

api.ai

onsequel.com

chatclub.me

Blip.ai

5 – Alinhamento estratégico

É preciso orientar e definir os departamentos da empresa que vão receber os consumidores direcionados pelo chatbot. As equipes devem possuir experiência e afinidade com as ferramentas digitais, sabendo usar a linguagem de cada rede social ou canal de comunicação. De nada adianta um tratamento de primeira executado por um robô, sendo que o atendimento junto a um técnico humano é falho e ineficiente.

6 – Ações de marketing digital

O chatbot pode ser utilizado para divulgação das redes sociais e demais canais de comunicação do empreendimento. Por exemplo, após cada atendimento o chat pode oferecer os links para página do Facebook, Instagram, blog e outros meios que a empresa possuir.

7 – Apoio técnico

Mesmo com todos os cuidados descritos acima, é preciso considerar as atualizações de informações como perfil de consumidor, novas ações e produtos e correções de software. Portanto, o profissional responsável pela implantação do chatbot tem de estar sempre por perto para o caso de uma emergência.

8 – Customização

O chatbot tem de possuir as características da marca. A composição de cores e modelos de chat podem ser feitas por um profissional especializado, com aparência leve e sucinta. No mundo online, o visual responde por boa parte da estratégia de atração. No caso de aplicações via telefone, simplicidade e discurso direto podem garantir a boa aceitação do aplicativo pelo público.

A complexidade do negócio não interfere no funcionamento de um chatbot. Mesmo que o empreendimento seja pequeno, a ferramenta pode agregar valor à marca e otimizar processos simples, como agendamento de consultas, reservas, troca de mercadorias e outras aplicabilidades. O importante é notar que quanto menos tarefas rotineiras um gestor possuir, mais tempo terá para despender em ações de relevância para o negócio. Os passos citados são, ainda, referências seguras para quem busca a primeira experiência no universo dos bots.

Co-founder da Agência Poussée, empreendedora, formada em Publicidade e Propaganda, especialista em branding e construção de marcas. Criei a Poussée para ajudar marcas a alinharem seu negócio e comunicação a partir do propósito. Meu objetivo é provocar a transformação de negócios e impactar em seu crescimento de forma humana, responsável e totalmente focada em performance.
Post criado 20

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo